Falando de HORSE com Lou Krieger, Vol. 12: Stud, a velha guarda do poker

  • Lou KriegerLou Krieger
Poker Strategy

O Seven-Card Stud pertence à velha guarda. Na verdade, é quase o mais antigo se não contarmos o Five-Card Stud e Draw Poker (que possui troca de cartas). Esses são realmente os mais antigos – embora estejam quase em desuso.

Mas o Seven-Card Stud é também muito antigo, estima-se que começou a ser jogado na época da grande Guerra Civil Norte-americana. Com três cartas escondidas e quatro expostas para cada jogador, combina algumas das surpresas encontradas no Draw Poker com uma grande quantidade de informações devido as quatro cartas expostas.

Por ter cinco rodadas de apostas – o Hold’em e o Omaha possuem apenas quatro – algumas mãos resultam em grandes potes. Uma grande diferença entre jogos stud e jogos de flop é a quantidade de atenção aos detalhes demandada para jogar bem. Em Hold’em e Omaha, todas as cartas estão expostas para todos verem, e lá continuam durante todo o desenvolvimento da mão. No entanto, nos jogos stud as mãos que desistiram são recolhidas e viradas para baixo, e aquelas cartas que estavam expostas anteriormente agora não estão mais visíveis. Se você quiser jogar o melhor possível, tem que saber quais as cartas que desistiram bem como aquelas que continuam na mesa.

Se você anda cansado, esquecido ou pensando em outras coisas, pode jogar Hold’em no ‘piloto automático’ (padrão), mas no stud sempre terá uma grande desvantagem ao tentar isso.

Caso você ainda não tenha jogado Seven-Card Stud o suficiente, é importante lembrar que quase todas as mãos são passíveis de formar um bom jogo. Um jogador pode ter uma quadra, por exemplo, sem ter nenhum par entre suas cartas expostas. Isso porque três cartas estão escondidas, invisíveis e desconhecidas para seus oponentes. Nos jogos Hold’em e Omaha, uma quadra ou um Full House não podem ser observados ao menos que o bordo traga ao menos um par, e um flush é impossível se não houver três dentre as cinco cartas comunitárias do mesmo naipe.

Por ser um jogo de possibilidades quase infinitas, Seven-Card Stud é uma espécie de quebra-cabeças, e as peças podem ser encontradas nas cartas expostas ou nas cartas já fora do jogo, junto aos padrões de apostas que ajudam o jogador preparado a ‘ler’ as cartas que os outros competidores possam estar segurando.

Ainda falaremos das mãos específicas a serem jogadas no Seven-Card Stud em sua órbita num jogo HORSE, porém faremos adiante. Mais do que qualquer outro tipo de poker, o Seven-Card demanda muito mais habilidades técnicas para que um jogador se torne um vencedor. Exige determinação, capacidade de foco e muita concentração quando está envolvido em uma mão.

Exige, também, esses seis atributos:

Observação: Você passará maus momentos nesse jogo a menos que você preste atenção nas cartas expostas. Se você não tem conhecimento daquelas cartas que os jogadores que já estão fora da mão tinham, corre o risco de arriscar em quedas que não poderá formar uma boa mão.

Jogar Mãos ‘Vivas’: Muito relacionado com a atenção e a observação. Algumas mãos podem ter um melhor desenvolvimento do que aparentam, e a chave que determina se uma mão inicial é boa ou não é saber quais cartas estão ‘vivas’ (aquelas que os outros não possuem expostas), ‘mortas’ e quais são as suas possibilidades de melhorar a mão.

Paciência: Uma vez que você não pode jogar muitas mãos para poder ser vencedor em qualquer variação de poker, no Seven-Card isso não é diferente – é especialmente importante. Trata-se de um tipo de poker que requer a paciência de ‘pescador’ ou de um ‘santo’ e é um jogo de espera. Esse é provavelmente é um dos motivos responsáveis pela impopularidade dos studs. Não é um jogo de ação rápida como o Hold’em é e o Omaha aparenta ser. Jogar muitas mãos no Seven Stud é uma passagem só de ida para o esquecimento no poker. Se você jogar stud corretamente, você pode até entediar-se – porém pode esperar e esse aborrecimento será compensado quando você acumular uma boa quantidade de fichas.

Estudo: Desde que você não esteja envolvido numa mão inicial, use esse tempo para estudar seus adversários. Aprenda como e quais mãos eles jogam. Procure suas fraquezas e as explore quando você estiver com uma boa mão.

Ser Agressivo: Aposte ou dê um re-raise quando acreditar que tem a melhor mão. Mas se um dos seus oponentes for muito agressivo, você pode deixá-lo apostar para aplicar-lhe um check’n’raise. Quando você joga um pote e tem a melhor mão, continue ‘atirando’ e construa um daqueles potes gigantes de Seven-Card Stud que você já ouviu falar.

Ser Seletivo: Lembre-se da letra F, e eu não estou me referindo a nenhuma palavra de baixo calão. No poker, a letra F significa fold (sair da mão, ou mesmo nem jogá-la). Quando sua mão deixa de ser competitiva, jogue-a fora e guarde suas ‘balas’ para uma próxima ‘guerra’.

A seguir falaremos de mãos iniciais específicas que você poderá jogar na órbita de Seven-Card Stud num jogo HORSE.

Lou Krieger é o editor do Poker Player Newspapper. Autor de mais de 400 artigos de estratégia e 11 livros sobre poker. Também pode ser ouvido em um programa de rádio na Internet, “Keep Flopping Aces”, apresentado nas quintas-feiras, às 9 pm ET em www.roundersradio.com

Mais notícias

O que você acha?